segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Os PARABÉNS de Fevereiro

É verdade que ainda temos alguma coisa para comentar de nossa paella, mas vamos a um pequeno intervalo para dar PARABÉNS aos aniversariantes de FEVEREIRO.

Pode ser que faltem nomes, pois dos mais de 60 registros que possuímos apenas uns 20 já enviaram suas datas natalícias.

Sendo assim, PARABÉNS para Betinho Chahaira, que completa HOJE seus 53 verões e para o jovem Dellaney, que no próximo dia 6, irá ostentar a bela idade de 56 aninhos. O problema é que ele anda meio esquecido e não podemos deixar que isso aconteça.

Para quem não o conhece, o que achamos ser muito difícil, Betinho foi um dos grandes goleiros do Sede Velha e do futebol de salão do Fluminense. Apesar de não possuir uma estatura adequada para a posição, compensava com velocidade e elasticidade, além de uma incrível habilidade de mandar as bolas por debaixo de nossas pernas quando teimava em jogar na linha.

Por ser mais novo, Betinho iniciou no Sede B, mas estava sempre na cola de Antero e Manga, além de disputar vaga com nosso saudoso Ari.

Beto foi titular por muitos anos do grande Tricolor das Laranjeiras. O Fluminense queria que ele continuasse em campo de qualquer maneira, mas insistia que para isso ele tinha que "treinar duramente" e isso era um problema sério em nossa turma.

Fez concurso para o Banco do Brasil, passou e foi lotado em Bela Vista do Paraíso, logo ali no Paraná. Levou o gosto pelo futebol e a alegria do samba para a cidade e fez dela sua nova casa.
Casou com Rosa, uma grande amiga que lhe deu os filhos Bruno e a linda Letícia.

Hoje, aposentado, curte a cidade que o acolheu tão bem.


Drinks e Chiquinho, que já o visitaram, são testemunhas dessa união feliz.


Dellaney também não precisa de maiores apresentações. Zé Bedeu, Bedim, Della, ou simplesmente Zé, é um irmão carada, um amigo de fé e de drinks.

O Zé tem histórias que remotam ao tempo que chegou na Correa Dutra, no início dos anos 60, com a malinha na mão e encabeçando a tropa comandada por Dr. Ari e Dª Dilzamar. Veio do Piauí, onde segundo Juca Chaves, para surpresa de muitos, lá também nasce gente. E que gente boa veio de lá.

Foi exatamente nesta época que nos conhecemos e até hoje, nós, nossos irmãos, pais e muitos amigos comuns, estamos juntos, fiéis, ligados por uma corrente forte e inabalável de AMIZADE. E dessa união veio o estabelecimento de um marco para a nossa turma na Correa Dutra, pois esperamos que em 2010 façamos uma grande comemoração de nossos 50 ANOS DE AMIZADE, não do Dellaney, do Drinks ou do Kibe, mas de todos nós que aos poucos vamos nos reencontrando.

Ao escutarmos as aventuras de Bedim, nos lembramos daquele jovem que chegou a levar uns cascudos em 68 mas talvez por ser ainda muito novo não tenha se deixado levar pelos ideais revolucionários. De socialista quase militante, virou dentista e Tenente da Aeronautica.

No Sede Velha era o Capitão da equipe. Respeitado pelos colegas mas infelizmente incompreendido pelos juízes. Campeão das expulsões, algumas registradas logo no início da partida.

O time entrava em campo e se apostava quanto tempo o Zé ficaria em campo. O cara não era fácil. Ou melhor, continua implacável, pois pouco tempo atrás, foi bater uma pelada com outro grupo de amigos, e não deu outra, discussão e expulsão. O Bedim continua o mesmo e é também por isso que todos nós gostamos dele.

Quer ve-lo na bronca é lembrar dos campeonatos no Aterro do Flamengo, na maioria perdidos em decisões com o Ordem e Progresso, que sob o comando do velho Capita (dizem que está escondidinho no Mato Grosso, será?) mantinha um ninho de gatos no time. O Della reclamava, a gente conhecia o pessoal do time, mas não tinha jeito, era tudo documentado e valia o que estava escrito.

Dellaney hoje mora em Itaipu, Niterói, do outro lado da poça, tal como o Drinks, fiel companheiro, e está casado com Sandrinha, que junto com os 4 filhos, Lívia e Laura e os gemeos, Humberto e Helena, tentam manter o coroa na linha.

Para complementar, vamos dar os PARABÉNS também para nossos filhos, sobrinhos, netos, cachorrinhos, gatinhos, papagaios e todos aqueles que fazem parte de nossa Grande Família Correa Dutra. E para este mês de Fevereiro, Lucca, sobrinho neto de Drinks, que por acaso também é neto do Byra, fará aniversário no dia 8 e Raphael, filho do Drinks, no dia 9 estreará seus 22 aninhos (que saudades desta idade...).

A cada mês, aqui no Drinks & Kibe, iremos festejar os aniversariantes, portanto nos enviem as datas dos aniversários (e fotos das festinhas), suas e de sua galera, para que possamos atualizar o cadastro e comemorarmos (bebemorarmos seria melhor mas...) todos juntos.

Drinks & Kibe

3 comentários:

Byra disse...

... E PARABÉNS também aos nossos mediadores por mais essa agradável surpresa em nosso espaço. É gratificante poder compartilhar os bons momentos com nossos amigos e familiares. Com esse pensamento desejo ao CHAHAIRA, ao DELLA, ao meu sobrinho RAPHA e ao meu neto LUCCA, muitos anos de saúde, realizações, paz e alegrias. PARABÉNS PRÁ VOCÊS e que o Grande Arquiteto continue a iluminá-los.

Gofran Vice Presidente disse...

Aproveito o ensejo concumitantemente com a informação e desejo a todos aniversariantes deste mes, saude, paz, prosperidade vida longa e que Ele abençoes todos voces.

Parabens e Felicidades.

Gofran

Beto Chahaira disse...

Mais uma vez vocês teimam em me emocionar!
Não bastassem aquele inesquecível 25 de janeiro, com aquelas pessoas maravilhosas, com aquela Paella insuperável, com aqueles drinks inesgotáveis, naquela harmonia indescritível, agora esse retrospecto que em princípio pode parecer breve, mas que para mim representa uma longa e feliz recordação!
Obrigado pela lembrança!
Parabéns aos demais aniversariantes!
Já estou com saudades de todos!
Beijos!
Beto Chahaira