terça-feira, 14 de outubro de 2008

Godá, parabéns p'ra você ...



Ainda não dei os parabéns para o Godá, mas foi de propósito, pois tenho a certeza que em muito breve ele estará lendo nossas linhas e saberá que não foi esquecido.
O Kibe soltou o verbo e foi muito feliz em suas palavras. Em geral, escreveria um comentário abonando o que foi dito, mas achei que seria pouco e preferi postar este pequeno trecho que simboliza nossa satisfação e felicidade na certeza de estarmos com nossos pensamentos conjugados na manutenção de uma amizade tão duradoura.
Paulinho, como era conhecido Godá, faz parte daquela família que chegou do Piauí em 1960 e que foi fundamental na formação de nossa turma. Talvez por serem de um núcleo familiar mais numeroso do que a maioria dos nossos naquela época, avançaram em um maior número de frentes, com a participação efetiva em diferentes grupos, o que de certa forma ajudou no crescimento e na evolução da confraria da Correa Dutra.
O que posso acrescentar é que aquele garoto gordinho, de sorriso inconfundível, deixou para nós uma grande lição de força de vontade. Cresceu, tornou-se um atleta de nível internacional, que enche de orgulho não somente seus familiares, mas todos nós que testemunhamos suas vitórias e conquistas.
Não vou me estender mais pois a beleza e a emoção contida nas palavras de meu parceiro Claudio Kibe, traçam um perfil mais do que justo para esse companheiro tão querido em nossa confraria.
A voce Godá, meu amigo, meu irmão, atleta campeão, homem e pai de família, um sincero "parabéns p'ra voce" e um beijo em seu grande coração, e que o Grande Arquiteto nos permita compartilhar muitos e muitos drinks além de comer quibes de montão (opa, cuidado para não confundir os quitutes).
Drinks

3 comentários:

Byra disse...

".... nesta data querida..."

Já tive a oportunidade de enviar meus parabéns ao Godá de forma reservada. Mas, diante dos comentários dos moderadores, resolvi fazê-lo em público com o propósito de aumentar as homenagens a este grande irmão.

Godá - "o chefe da tribo dos pigmeus bandar" - ganhou este epíteto em referência a sua liderança sempre presente, mesmo quando, como já assinalado pelo Kibe,a pequena diferença de idade, em certo momento, representava um fator seletivo das turmas.

Mesmo com o passar do tempo, cada um guarda consigo sua marca característica e Godá, não fugindo a regra, permanece com o seu cativante e inconfundível 'sorriso'
que já se incorporou a sua personalidade, como também já destacado no perfil apresentado pelos moderadores.

Eu e Paulo nos tornamos mais próximos depois que saimos na 'porrada'. Lembro-me bem: o embate ocorreu na Sede Velha do Flamengo, numa 'roda' de amigos e na presença de nossos irmãos mais velhos, e 'só os dois', ou seja 'mano a mano'. Embora eu fosse um pouco mais velho, não é necessário dizer que o Godá sempre foi privilegiado fisicamente, o que compensava com sobras o fator idade. A 'porradaria' solta e só se ouvia as torcidas:"- Vai, Paulão...pega ele"; "-Dá nele, Byra"... mas ninguém se metia.Era briga caseira. Não sei dizer o 'porquê' da briga, muito menos 'quem ganhou'. As lembranças que ficaram vivas comigo, foram, no dia seguinte - EU e GODÁ - sentados, rindo às gargalhadas, comentando nosso desempenho e mostrandos, um ao outro, nossos arroxeados como troféus. Sem ressentimentos e prontos prá nos unirmos contra quem fizesse qualquer agressão a um ou ao outro.
O sorriso reconciliador de Godá sempre foi irresistível.

Desnecessário e cansativo seria tentar narrar quantas vezes estivemos juntos, do mesmo lado, em algumas arengas: aterro, Portela, Salgueiro, nas ruas..etc.

Godá destacou-se cedo nos esportes aquáticos e acompanhamos sua evolução até tornar-se atleta de seleção e orgulho prá todos nós, A frase "Nosso irmão Godá está na seleção", deixou de ser exclusiva de Dellaney, Antero, Catarina e Bina e tiveram de dividir a irmandade conosco.

Paulinho cresceu (e muito), tornou-se Paulão (craque de seleção), mas nunca deixou de ser o nosso Godá.

Enfim, vou parar por aqui.

O objetivo era somente de homenagear nosso mano Godá, entretanto, não resisti ao apelo de nossos moderadores em narrar uma pequena passagem, de modo a colaborar com este maravilhoso espaço de resgate, que visa montar um belo mosaico de nossas vidas.

Parabéns, Godá, muita paz, saúde e realizações. Que o Grande Arquiteto continue a iluminá-lo, assim como a todos nós.

E obrigado por vocês existirem.

Anônimo disse...

Zé n sei o q dizer ... só tenho a agradecer a Deus por ter amogos como vcs e ter vivido a minha infância na CD. Amo vcs.Goda

Anônimo disse...

Byra ... são verdadeiras as suas palavras ... nossa !!! qtas vezes ficamos lado a lado ... fui torcer por vc nos jogos de futsal no Flu ... e gostava de falar com orgulho q na correa só tinha atleta de todas as modalidades e se fui o q dizem é pq tive amigos de verdade para me apoiarem e torcerem por mim ... bjus ... Goda